/ P12-2019 [Empresa]

Viver à grande em espaços ínfimos

A Hettich mostra soluções de arrumação inteligentes para espaços pequenos

Viver em 18 m². Para alguns pode ser um conceito de vida, para outros uma opção que se torna necessária pelo facto de o espaço nos centros urbanos estar a escassear e a encarecer cada vez mais. A nova Piazza "Tiny Spaces – Living in compact homes" apresentada na interzum tematiza esta tendência atual de viver em espaços muito pequenos em ambientes urbanos. Sob o tópico "Fascin[action] – Ganhar espaço", a Hettich prova como é possível viver e morar à grande em espaços pequenos.

Es fehlt an nichts: Die 18 m² Wohnraumfläche sind vom Boden bis zur Decke mit intelligenten Stauraumlösungen von Hettich bestückt. Foto: Hettich

No âmbito da megatendência da urbanização, estão a surgir um pouco por todo o mundo as soluções "Tiny Spaces" como conceito de habitação nas áreas metropolitanas. São cada vez mais as pessoas que querem viver em áreas urbanas e que procuram espaços habitacionais que ainda sejam suportáveis financeiramente, enquanto que, ao mesmo tempo, o número de habitações ocupadas por uma só pessoa aumenta. Os "Tiny Spaces" são muito mais do que apenas uma alternativa, uma vez que uma área habitacional pequena nem sempre pode ser equiparável a uma menor qualidade de vida. Muito antes pelo contrário. Quanto menos espaço se tem à disposição, mais bem elaboradas têm de ser as soluções para a conceção e utilização desse pouco espaço. Por isso, também não é preciso prescindir de um bom design. A Hettich demonstra a beleza que uma habitação "Tiny Space" pode ter, e quais são as surpresas que literalmente se escondem em todos os cantinhos numa habitação para uma pessoa com apenas 18 m² e totalmente equipada. Qualquer espaço de arrumação, seja num móvel ou em nichos, é facilmente acessível, estruturado com inteligência e totalmente aproveitável, sem a mínima perda de espaço. Em todo o apartamento, nenhum espacinho foi desperdiçado, desde o chão ao teto. No topo guardam-se os mantimentos ou coisas que não se usam todos os dias. Se for necessário, existe um escadote dobrável integrado que permite aceder confortavelmente às áreas mais altas. Soluções de espaço de arrumação de grande flexibilidade permitem transformar a ilha de cozinhar em mesa, o sofá em cama, o bar em mesa de apoio, o degrau de escada em armário. O facto de não faltar nada aumenta ainda mais o espanto de que não é preciso muito para ser feliz. O "Tiny Space" equipado pela Hettich pode ser admirado e experimentado na área de exposição especial Piazza, no boulevard da feira, e, a partir do verão, no fórum da Hettich em Kirchlengern.